Notícias

Má atuação e derrota marcam a última partida da APF na primeira fase da LGF

05 de Outubro de 2018 - Liga Gaúcha
Foto: Ariane Tadday/Assessoria APF/Zimmer

Foto: Ariane Tadday/Assessoria APF/Zimmer

Na noite de sexta-feira (05), a Associação Parobeense de Futsal (APF) foi até a cidade de Carlos Barbosa,  enfrentar a equipe da Alaf de Lajeado, que devido a uma punição perdeu o mando de quadra, por isso, o jogo em Carlos Barbosa.

Apesar da situação das duas equipes já estarem definidas, para a APF, uma vitória valeria a possibilidade de se classificar na sétima colocação e a possibilidade de fugir de um confronto com a ACBF nas quartas de finais. Para a Alaf valia se despedir com honra da competição.

O primeiro tempo

O jogo começou com uma marcação forte por parte das duas equipes, naturalmente a Alaf buscava pressionar, mas a APF soube suportar a pressão do início da partida, e teve uma boa chance com Saraiva, porém, não aproveitou. Já a Alaf quando teve a oportunidade, a bola caiu no pé do artilheiro Biel que chutou forte para vencer o goleiro Alemão.

O jogo seguiu equilibrado, porém, as melhores chances eram da Alaf e como diz o ditado “quem procura acha”  a Alaf achou o segundo gol, faltando 10 minutos para o fim do primeiro tempo, Bruno Nunes tabelou e tocou para Biel marcar de cavadinha o segundo dele e da Alaf.

A Locomotiva do Vale buscava tabelar, principalmente com Bichinho, Maico e Gleison, porém, a boa marcação da Alaf impedia os avanços da equipe parobeense. Mas, a APF não desistia e chegou a colocar uma bola na trave com Haap numa tentativa de bicicleta.
As duas equipes alternaram bons momentos, mas pararam na marcação do adversário, a APF chegou bem com Happ que novamente parou na trave, já a Alaf buscava os contra-ataques principalmente buscando o artilheiro Biel.

O segundo tempo

A APF começou o segundo tempo pressionando, principalmente, com Saraiva e Gleison que buscaram descontar o placar. Logo a Alaf equilibrou as ações da partida e começou a criar boas chances principalmente com Biel, mas que pararam nas defesas de Alemão.
Mas, em uma jogada rápida, a Alaf puxou um contra-ataque com Bruno Nunes que finalizou sem chances de defesa para Alemão, era o terceiro da Alaf. Na sequência em uma boa jogada da APF, Bichinho obrigou o goleiro Diego a fazer uma grande defesa, no rebote o mesmo Diego Lançou Biel que marcou o seu terceiro gol e o quarto da Alaf.

Faltando 14 minutos, o técnico Guilhermo Verfe, apostou no goleiro linha com Saraiva, para tentar diminuir a desvantagem. E a APF foi para cima com boas jogadas o gol nasceu de um erro do goleiro Diego, e Humberto aproveitou para descontar. A pressão seguiu e no lance seguinte Rodrigo finalizou na trave.

A pressão da APF seguiu, mas a bola teimava em não entrar, Rodrigo novamente parou na trave e o que não batia no poste parava nas boas defesas do goleiro Diego. Mesmo assim a APF não desistia e seguia tentando até que a bola sobrou para Humberto que mandou para as redes, era o segundo dele e da APF.

Desde a entrada do goleiro linha a APF teve total domínio da partida, porém, faltou sorte em alguns momentos e em outros a bola parou na defesa da Alaf. E depois de uma bola na trave do Saraiva, no rebote sem goleiro, Bruno Nunes marcou o segundo dele no jogo e o quinto da Alaf, e na sequência faltando um minuto de jogo, Duda marcou o sexto da Alaf dando números finais a partida. O jogo ainda teve um princípio de tumulto, que resultou na expulsão de um atleta por equipe, pelo lado da APF Humberto recebeu o vermelho e pelo lado da Alaf Gabriel.

A Campanha

Com a derrota para a Alaf a APF termina a primeira fase com 28 pontos na oitava colocação da Liga Gaúcha Série Ouro. Em 22 partidas a APF venceu oito, empatou quatro e perdeu dez jogos. Com esse resultado nas quartas de finais haverá o confronto entre APF e ACBF, as datas e os horários ainda estão indefinidos. 

Por Antonio Silva/Jornal Integração

Mais Notícias

    Aguarde, buscando...