Notícias

OMF tem dificuldades com desfalques e arbitragem e perde em Entre-Ijuís

10 de Julho de 2018 - Série Bronze - Time carazinhense levou gol quando faltavam 13 segundos para o fim e acabou derrotado por 5 a 4
Foto: Arquivo/DM

Foto: Arquivo/DM

Em um jogo conturbado, cheio de insegurança da arbitragem, o OMF perdeu na estreia do returno da 1ª fase do Campeonato Estadual de Futsal da Série Bronze para o time da AEF de Entre-Ijuís pelo placar de 5 a 4. O gol da vitória do time adversário saiu quando o cronômetro marcava 13 segundos para o fim da partida.

As dificuldades do jogo diante do time da região das Missões se apresentaram ainda antes do pontapé inicial. O OMF não contava com quatro jogadores que se destacaram no grupo na primeira fase: Vini (lesão no tornozelo que pode deixá-lo 15 dias fora das quadras), Nando (com princípio de pneumonia), Jackson Vereador (suspenso) e Alan Negão (com situação de família). No banco de reservas também não estava o treinador Juliano Nenceck (Jundiá), que não viajou com a delegação, e o time ficou ao comando do auxiliar Lucas Rocha e do goleiro Samuel Jarré.

Além das ausências, o primeiro tempo de partida foi todo da equipe adversária. O OMF até conseguiu impor seu estilo de marcação e tentava sair nos contra-ataques, mas pecava nas finalizações. Enquanto isso, a AEF era precisa e aproveitou bem as oportunidades e no fim da primeira etapa já vencia por 2 a 0, gols de Mauricinho e Nathan. Ao encerrar o primeiro tempo, começou a pressão psicológica, uma confusão entre os jogadores, na saída para os vestiários, começou a abalar quem estava em quadra, principalmente a arbitragem.

Na volta para o segundo tempo, mais uma vez Mauricinho, ampliou o placar para 3 a 0. Mas a reação veio logo, Alefer Bola – que fez uma partida irrepreensível, sendo o destaque do time carazinhense – diminuiu. Tudo parecia se encaminhar para uma reação do OMF, pois na sequência, Léo do AEF levou o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando seu time com um a menos. Mas os carazinhenses não conseguiram aproveitar a superioridade e, pior, ainda sofreram um gol com um a mais: Gugu fez 4 a 1.

A partir daí só deu OMF. Luan e Vitor Jesus diminuíram para 4 a 3 e, mais uma vez, Alefer deu números iguais para a partida faltando pouco mais de 2 minutos para o fim. Enquanto isso, a torcida e a direção do time da AEF quase entravam em quadra, com reações que buscavam amedrontar seus adversários e pressionavam os árbitros.

Depois do gol de empate ficaram claros alguns erros da arbitragem. Sem comunicar a 5ª falta, a 6ª infração coletiva do OMF foi assinalada com tiro livre, assim como a sétima. Os dois lances foram cobrados por Nathan e desperdiçados. Mas o mesmo Nathan, em jogada trabalhada pela AEF, ficou de frente para o Goleiro Dyone do OMF e desta vez não desperdiçou. Restando 13 segundos para o fim do jogo, deu números finais ao placar: 5 a 4 e o time de Entre-Ijuís devolveu o resultado do primeiro turno, quando a representação carazinhense venceu no Ginásio da Fundescar pelo mesmo placar.

O jogo de sábado marcou a estreia do fixo Gustavo Andrade no time do OMF. Para o próximo jogo, sábado que vem, dia 14, estreia também o ala Zé Renato, mais uma contratação para o segundo turno.

Com a derrota, o time de Carazinho caiu uma posição na tabela de classificação. Agora, é o 6º colocado na Chave 1 da Série Bronze, sendo ultrapassado pelo SI Cruz Alta (12 pontos, um a mais que o OMF), justamente o adversário da próxima rodada, no sábado que vem, em Carazinho.

Fonte: Rádio Diário da Manhã - Marcelo Fripp

Mais Notícias

    Aguarde, buscando...