Notícias

De virada, Guarani vence clássico contra o Cometa

10 de Junho de 2018 - Série Bronze - Em jogo eletrizante e repleto de rivalidade, alviverde frederiquense fez valer fator local para assumir a liderança da Chave 1 da Série Bronze
Foto: O Alto Uruguai

Foto: O Alto Uruguai

Por: Ed Moreira - O Alto Uruguai

Clássico em sua essência. Apesar de estarem se enfrentando pela primeira vez na história, o Guarani/Itapagé e Cometa/Rodeio protagonizaram uma partida eletrizante na noite deste sábado, 9, em Frederico Westphalen. Além de centenas de torcedores, o clima de rivalidade também se fez presente no Ginásio do Itapagé para embate válido pela oitava rodada da Série Bronze do Campeonato Gaúcho de Futsal.

Seja nas arquibancadas ou na quadra, os nervos estiveram à flor da pele num jogo com provocações, expulsão, chances desperdiçadas, golaços e virada. Numa virada heroica, o alviverde frederiquense contou com brilho do “prata da casa” Chupim, que anotou o tento decisivo do triunfo por 5 a 4.

A vitória, combinada com o tropeço do Cerro Largo – que empatou com o Entre-Ijuís –, levou o time da linha Boa Esperança a liderança da Chave 1, tendo 14 pontos. Por outro lado, a situação do tricolor de Rodeio Bonito ficou desesperada, ainda sem vencer e com apenas três pontos, estando na oitava colocação e com o antepenúltimo aproveitamento percentual geral entre as três chaves.

O jogo

Precisando vencer e contando com os reforços dos estreantes Natan e Ragner, o Cometa iniciou melhor e recompensou seu barulhento torcedor com a abertura do placar, através de Andrei, que também ampliou. Halison diminuiu ainda no primeiro tempo, que encerrou de maneira eletrizante e com destaque para os goleiros. Gian, do Guarani, e Magaiver, do Cometa, fizeram grande defesas, entre elas de um tiro-livre cada. Ao todo, só nos 20 minutos iniciais, foram dois lances diretos para cada lado, todos desperdiçados – por Giovanni Anzolin e Anderson, para os mandantes e visitantes, respectivamente.

Na etapa complementar, o Guarani teve o controle da posse da bola e imprimiu seu ritmo, buscando o empate com Douglinhas. A igualdade, entretanto, durou poucos minutos, pois o time de Rodeio Bonito soube aproveitar as chances e voltou a abrir dois gols de vantagem, desta vez devido a gols do grandalhão Ragner: 4 a 2. Nos minutos finais, porém, só deu Guarani. Giovanni Anzolin diminuiu, quando os rivais estavam com um a menos em quadra, pois Anderson fora expulso. Halison igualou e, restando 1min29segundos para o apito derradeiro, o jovem goleiro frederiquense Chupim entrou em quadra somente para cobrar tiro-livre, cobrado de maneira indefensável. No abafa, os visitantes tentaram empatar, mas foi em vão.

 

Mais Notícias

    Aguarde, buscando...