Notícias

Atlântico fica a um jogo do final da primeira fase da LNF

18 de Outubro de 2020 - Liga Nacional - Neste domingo, Galo sofreu derrota para a ACBF

 

O Atlântico não conseguiu o resultado almejado neste domingo, 18, no clássico diante da ACBF. Chegou a sair vencendo, mas sofreu a virada e perdeu por 5 a 2 na penúltima partida pela primeira fase da Liga Nacional de Futsal (LNF).

Com a derrota, o Galo segue com 16 pontos, na quarta posição do Grupo B, mas já classificado para os play-offs. À equipe, resta apenas uma partida para fechar a participação nesta fase da competição, dia 31 diante do Marreco, no PR.

Antes porém, fará alguns jogos pela Liga Gaúcha, o primeiro deles, na quarta, 21, quando recebe em Erechim, o Guarani, de Frederico Westphalen.

O técnico Giba lamentou o placar adverso neste domingo. “Fizemos uma primeira etapa com muita intensidade, criando bastante e no segundo tempo sofremos um pouco, embora tivéssemos começado bem, mas agora é trabalhar para corrigir alguns erros, recuperar os atletas que estão voltando de lesão, para chegar mais forte nos play-offs da Liga”, salientou.

O jogo

Não é novidade que Atlântico e ACBF sempre fazem jogos bastante equilibrados, com muita marcação, mas ao mesmo tempo com várias oportunidades de gol. E assim começou a partida deste domingo, em Erechim.

A 4min50, Silva aproveitou uma sobra de bola na área e tocou para as redes abrindo o placar no Caldeirão: 1 a 0 Galo. As duas equipes foram acumulando muitas faltas e aos 18min40, a ACBF cometeu a sexta infração, em cima de Sinésio. Dill cobrou tiro livre e ampliou a vantagem dos donos da casa: 2 a 0 Galo.

Mas ainda na primeira etapa, aos 19min37, quem teve tiro livre foram os visitantes. Fernando bateu e descontou: 2 a 1.

A segunda etapa também começou movimentada e aos 2min20 Pedro Rei acertou chute pela direita empatando a partida em 2 a 2. A ACBF buscou a virada aos 5min, através de Lé, em um chute de fora da área.

Pouco depois, Silva fez boa jogada individual e o chute “explodiu” no travessão. A partir dos 16min, o técnico Giba passou a colocar a sua equipe em quadra com Silva fazendo a função de goleiro linha. Em uma sobra, aos 17min58, Pedro Rei fez o quarto dos visitantes.

E no “apagar das luzes”, aos 19min59, Douglinhas também aproveitou uma sobra na lateral para fazer 5 a 2 e fechar o placar no Caldeirão do Galo.

Esta ação integra o projeto Atlântico Futsal Campeão 2020, que é financiado pelo Governo do estado do Rio Grande do Sul por meio do Pró-Esporte RS – Lei de Incentivo ao Esporte.

 

Fonte/Autor: Edson Castro/Prime com/Assessoria Atlântico Erechim

Mais Notícias

    Aguarde, buscando...