Notícias

AGE aguarda definições para a disputa da Liga Gaúcha 2

20 de Julho de 2020 - Liga Gaúcha 2
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Presidente Ezequiel De Lima confirma participação, mas não tem certeza de quando grupo de jogadores voltará a treinar. Certame iniciará dia 12 de setembro

A Liga Gaúcha de Futsal (LGF), presidida por Nelson Bavier – conhecido com Nelsinho, realizou mais uma reunião virtual com os representantes das 16 equipes que estão aptas para a disputa da Liga Gaúcha 2, a divisão de acesso do salonismo do Rio Grande do Sul. A participação dos dirigentes da ABELC (Boa Vista do Buricá), AFSJI (São José do Inhacorá), AGE (Guaporé), ANBF (Novo Barreiro), ASF (Serafina Corrêa), AVF (Vacaria), Cerro Largo Futsal (Cerro Largo), Cometa Futsal (Rodeio Bonito), Cruzeiro Futsal (Canguçu), Ibira Futsal (Ibiraiaras), Nadas Branco (Rio Pardo), OMF (Carazinho), Pelotas Futsal (Pelotas), Real Alegrete Futsal (Alegrete), Sercca (Casca) e XV de Novembro (Vila Maria) foi maciça.

A grande maioria mencionou o desejo de disputar o certame, porém, são muitas as dificuldades financeiras enfrentadas no momento em que atividades econômicas sofreram um baque causado pelas restrições impostas pelos governos para evitar a disseminação da pandemia da Covid-19.

“É um momento delicado e de incertezas para todos. É perfeitamente compreensível esta situação de dúvida de boa parte dos dirigentes”, disse Nelsinho.

Ficou definido que, se nada mudar no cenário estadual, a Liga Gaúcha 2 terá bola rolando no dia 12 de setembro. Esta é a previsão.

Não haverá rebaixamento, sem presença da torcida e a fórmula de disputa será regionalizada, gerando calendário mais enxuto, menos despesas com viagens, alimentação e outras. O acesso para a Liga Gaúcha, a principal categoria, está garantido para 2021 e isso é uma das motivações para os clubes.

A AGE, segundo o presidente Ezequiel De Lima, está aguardando as definições para o retorno aos treinamentos por parte dos membros da comissão técnica e jogadores. Por enquanto, muitas são as incertezas.

“Gostaria de ter uma data certa, porém, ainda dependemos da Liga Gaúcha e do protocolo sanitário para a retomada do futsal. Acredito que retornamos após o dia 14 de agosto, quando voltaremos a nos reunir com a certeza de quantas equipes irão disputar e de que forma se dará a competição. O campeonato tem que sair. Muitas pessoas dependem exclusivamente do futsal e a economia gerada é grande. Acredito que no final, tudo dará certo”, salientou De Lima.

Todos os jogadores, segundo o presidente, estão confirmados. Mas não descarta-se a saída de alguns e chegada de outros.
“Está complicado para qualquer atleta. A AGE, assim como os outros clubes, suspendeu os pagamentos. Esperamos que não haja desistência por parte deles, nós contamos com todos. Teremos sim, a inclusão de jogadores do Sub-20 e, se agradarem o técnico Fernando Castoldi, esses permanecerão no plantel para dar ritmo e experiência para as próximas temporadas”, afirmou.

LGF

A competição, conforme o presidente Nelsinho, sairá do papel e respeitará todos os protocolos sanitários e de saúde exigidos pelas autoridades.

“Estamos estudando e elaborando um protocolo sanitário para a retomada do futsal no Estado. Conversamos com o Governo Gaúcho e acreditamos que, se tudo acontecer conforme o previsto, a bola vai rolar em setembro. As medidas serão rígidas e vamos focar na preservação da saúde de todos os envolvidos nos jogos. Para não onerar ainda mais os clubes, que estão com dificuldades econômicas, encontraremos juntos uma solução. O que afirmamos é que a Liga Gaúcha de Futsal não abrirá mão das medidas sanitárias e de saúde. Isso é respeito aos envolvidos”, afirmou o presidente.

A definição de quantos selecionados irão participar sairá na reunião virtual marcada pela LGF para o dia 14 de agosto, às 19h. A expectativa é que 12 times disputem a Liga Gaúcha 2, porém, não descarta-se a realização com oito. Muitos ainda analisam a questão financeira, em especial a não presença do público nos jogos e as despesas geradas a mais com as medidas de saúde que deverão ser colocadas em prática para evitar a infecção da Covid-19 em membros da comissão técnica, dirigentes e atletas.
ABELC, ANBF, Cerro Largo Futsal e Real Alegrete Futsal não deverão participar.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Texto: Eduardo Cover Godinho
Foto: Divulgação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore
Acesse e ouça: www.rdaurora.com.br

Mais Notícias

    Aguarde, buscando...