Notícias

Após cirurgia, Amandinha revela que correu risco de vida com hemorragia interna: "Milagre"

19 de Maio de 2020 - Feminino - Recuperada de procedimento cirúrgico realizado no início da semana, melhor jogadora de futsal do mundo grava vídeo emocionado contando drama sofrido para retirar dois cistos no ovário
Amandinha posa para foto após a cirurgia ? Foto: Reprodução/Instagram

Amandinha posa para foto após a cirurgia ? Foto: Reprodução/Instagram

Os últimos dias não foram nada fáceis para a seis vezes melhor do mundo no futsal, Amandinha. Três dias após ser submetida a uma cirurgia para tirar dois cistos no ovário, a cearense gravou um vídeo emocionando contando todo o drama sofrido por ela. Na gravação, Amandinha revelou que teve hemorragia em um dos cistos e que poderia ter morrido caso isso tivesse acontecido em ambos os ovários.

- Eu estar aqui é um milagre. Foi um milagre eu ter passado por essa e ter tido outra oportunidade para estar aqui. Fizemos a cirurgia na terça, ele retirou o cisto de 4cm e encerrou a hemorragia. No procedimento, ele descobriu outro cisto, só que no meu ovário direito, e retirou ele também. Se tivesse rompido os dois cistos eu poderia não ter resistido - disse a craque do futsal.

No vídeo, Amandinha detalhou como tudo começou. Segundo a atleta, ela acordou na segunda-feira de manhã sentindo dores insuportáveis na barriga. No início, a jogadora pensou que se tratava de uma cólica forte, o que a levou a avisar a supervisora do seu clube, as Leoas da Serra, de que só poderia treinar à tarde. Contudo, as dores foram se intensificando até a cearense desmaiar. 

Domingo dormi normalmente, pronta para iniciar a semana de treinos. Acordei às 9h30, fui ao banheiro, quando comecei a sentir uma dor na barriga, bem no meio. Era uma dor estranha, parecia cólica. Mandei mensagem para a nossa supervisora, pedindo para treinar mais tarde, mas a dor começou a se intensificar. Pouco depois, a minha mão ficou como se estivesse adormecendo. Voltei ao banheiro e passei pela minha prima Larissa e contei a ela sobre a dor. Sentei no vaso e começou a ficar tudo preto, fiquei tonta, sentindo muita dor e não lembro mais de nada - revelou.

Após desmaiar e ser levada para a sua cama, Amandinha acordou com os seus pais desesperados ao lado dela. Levada a uma UPA (unidade de pronto atendimento) de Lages-SC, ela foi para o soro, o que reduziu um pouco as suas dores abdominais. Horas depois, porém, a jogadora estava uma clínica particular realizando exames mais detalhados. 

Da UPA fui direto para a clínica do Doutor Heron, e ele fez um ultrassom. Lá ele descobriu que eu tinha um cisto no meu ovário direito que se rompeu e ele tinha que tirar isso com urgência, porque esse sangramento causava muita dor. Fizemos a cirurgia na terça. Na quarta, ainda sentia muita dor e passei o dia todo no quarto do hospital sedada. Só vim para a casa na quinta, quando realizei o milagre que aconteceu na minha vida - destacou.

Por conta do problema de saúde, Amandinha ainda não tem previsão de voltar aos treinos físicos das Leoas da Serra, os quais estavam sendo realizados de forma individualizada na casa de cada atleta. Aos 25 anos, a atleta natural de Fortaleza ganhou as seis últimas edições do prêmio anual do site Futsal Planet de melhor jogadora do mundo. 

Por GloboEsporte.com — Lages, SC

Mais Notícias

    Aguarde, buscando...