Notícias

Contra a estatística e o retrospecto: AGE encara o todo poderoso Passo Fundo Futsal

10 de Novembro de 2018 - Série Prata
Foto: Marluce Fontoura/Assessoria Imprensa AGE

Foto: Marluce Fontoura/Assessoria Imprensa AGE

Melhor campanha do Campeonato Estadual Série Prata – Edição 2018: 68,06% de aproveitamento. Em 24 partidas, 15 vitórias, quatro empates e apenas cinco derrotas. O ataque marcou 82 gols e a defesa sofreu apenas 58. Contra a Agremiação Guaporense de Esportes (AGE), o semifinalista Passo Fundo Futsal, do técnico Alexandre Boeira, conquistou duas vitórias (5x2 e 2x1) na fase classificatória. É contra os dados estatísticos, o retrospecto negativo e o qualificado grupo de jogadores, que a AGE, os apaixonados torcedores e a comunidade guaporense e regional, irão lutar no domingo, dia 11 de novembro, às 19h, no ginásio do Colégio Scalabrini. É semifinal. E a AGE vai em busca da vitória no primeiro duelo, dos dois programados. Mais do que isso: a AGE quer estar na decisão e na Liga Gaúcha de Futsal (Série Ouro) em 2019.

A “Capital da Hospitalidade”, das joias e lingeries, tornou-se, ao longo dos últimos dias, a “Capital do Futsal” e a terra da mais vibrante torcida do salonismo gaúcho. Na cidade, não se fala em outra coisa a não ser a partida contra o Passo Fundo Futsal pela semifinal da Série Prata. Torcedores estão eufóricos e desfilam pelas vias urbanas com as camisetas oficiais da AGE. A partida no “Scaldeirão”, como tem sido chamado o ginásio Scalabrini, é tratada por todos como de fundamental importância. Uma vitória guaporense, joga toda a responsabilidade para o adversário no segundo duelo.

Para o confronto, o técnico Barcellos poderá contar, assim como foi contra o Lagoa Futsal, com todos os jogadores à disposição. Ao longo da semana, foco total no Passo Fundo Futsal e os treinamentos foram intensos.

“Focamos no Passo Fundo Futsal e sabemos que o desafio é gigantesco. O grupo está com um peso a menos, porque cumprimos o primeiro objetivo que era chegar entre os quatro melhores para poder lutar pela vaga à Série Ouro. Sabemos que o retrospecto não é favorável – única equipe que não conseguimos pontuar, mas estudamos muito e temos como propósito sair com o resultado positivo do ginásio Scalabrini”, disse Barcellos.

Diversas situações de jogo foram trabalhadas pelo treinador e comissão técnica no ginásio do Centro Social Urbano. A equipe, segundo Barcellos, não mudará a forma de jogar.

“Não vamos alterar a forma de jogar. Estamos há sete ou oito partidas com essa postura e continuaremos diante do Passo Fundo Futsal. Mas, teremos que entender o que o adversário tem de melhor para que possamos neutralizar e sair com a vitória”.

A AGE, de 36 pontos em 24 partidas (50% de aproveitamento) – 10 vitórias, seis empates e oito derrotas, tem o melhor ataque entre os quatro (Abelc/79 gols; AMF/65 gols; Passo Fundo Futsal/82 gols) que chegaram às semifinais. São 83 gols anotados. 24 deles saíram dos pés do camisa 10, Gregory Costa.

“Estou confiante e quero, com meus gols, continuar ajudando o grupo. Sabemos da qualidade do adversário, mas esse é o nosso momento. Perdemos os dois jogos para o Passo Fundo Futsal na fase classificatória, mas agora é outra ‘competição’. Seguimos focados e com intensidade no trabalho para conseguir o objetivo que é vencer a partida no ginásio Scalabrini. A torcida é fundamental e acreditamos que o domingo será especial para todos”, salientou.

O duelo
O clássico entre AGE e Passo Fundo Futsal, que na década de 90 marcou momentos mágicos do salonismo gaúcho na Série Ouro, acontecerá neste domingo, dia 11, às 19h, no ginásio Scalabrini. Ingressos ao valor de R$ 20,00.

Fonte: Eduardo Cover Godinho

Mais Notícias

    Aguarde, buscando...