Artigos / Marcio Bariviera

Entrando em quadra

10 de Setembro de 2018
Aí o Sandro me convidou para escrever para o site e eu topei. Simples assim. Vinte segundos de conversa. Talvez dez.
 
A proposta (no caso, não financeira, a gente faz de coração mesmo): escrever crônicas mais ou menos de acordo como faço no jornal O Alto Uruguai de Frederico Westphalen (sim, é um jabá, pode visitar o site lá, também), porém mais voltada para o futsal. E como sou apaixonado por futsal, resolvi unir o útil ao agradável e, sem redundância, espero que seja agradável para todos.
 
A primeira crônica, pensei, tinha que ser algo mais direcionada a uma apresentação de minha parte. Sem formalidade, até por que não gosto dessas coisas, mas para que a turma que ainda não me conhece pudesse me conhecer. Então lá vai, escrevo duas vezes por semana no veículo acima citado e sou gerente administrativo do União Frederiquense, nosso clube profissional de futebol de campo de FW e região.
 
A foto escolhida para acompanhar a primeira crônica foi de crianças jogando futsal. Sim, por que ali estão os sonhos a serem conquistados. Eu também quis ser jogador, mas Deus olhou e disse que escrevendo eu era melhor. Ou menos ruim, como queiram.
 
Hoje é a estreia aqui. A primeira vez. E pra tudo na vida a primeira vez em qualquer coisa é tratada com bastante ansiedade. Ou praticamente tudo. Lembra quando você tentou andar de bicicleta pela primeira vez? O medo, a tensão, o suor nas mãos e, claro, os esfolões? Mas o importante é que deu certo e você, na época, se sentiu o imperador dos guidões.
 
Mais adiante e chegamos à nossa primeira vez guiando um automóvel. Pode confessar: assim como eu, você também tentou fazer a primeira marcha e o carro apagou. Isso é sagrado para todo mundo e, portanto, não considere que tenha ocorrido exclusividade alguma por aí. Aqui também foi assim. E com outras tantas pessoas. Mas foi outra primeira vez inesquecível, convenhamos.
 
E "aquela" primeira vez, então... Sim, essa mesma que você está pensando. Quanta coisa passou pela sua cabeça antes de tudo aquilo acontecer... Mas acredito que você também deva ter passado com sucesso por essa etapa, tipo quando avançava de fase no Super Mário e, tudo certo, a vida seguia o fluxo da normalidade.
 
É isso, turma. Espero contar não apenas com a leitura, mas também com a participação de cada um de vocês. Afinal, preciso de "audiência" ao menos para fazer uma média com o pessoal aqui do blog. Senão vem o Sandro, aplica o antigo cartão azul de futsal e acabo sendo substituído. Combinado? Contando com vocês em 3, 2, 1...

Marcio Bariviera

Colunista do jornal O Alto Uruguai e gerente administrativo do União Frederiquense, ambos de Frederico Westphalen-RS, além de aficionado por futsal. 

Mais Artigos

    Aguarde, buscando...