Artigos / Deive Gessinger

ZÚ Ant˘nio: Um lÝder em busca de mais um acesso

19 de Março de 2019
ZÚ Ant˘nio: Um lÝder em busca de mais um acesso

Foto: DivulgašŃo

Com longo currículo e muitas conquistas, Zé Antônio desembarcou em Frederico Westphalen em 2018 e capitaneou a equipe até o título da Série Bronze. Em 2019, ele segue no verdão e projeta coisas boas, não apenas para sua equipe, mas também para o futsal gaúcho.

- Em relação ao cenário gaúcho, estou bem otimista, apesar da divergência entre a Federação e a Liga. Todo ano surgem novas equipes, o investimento tá aumentando de um modo geral, os ginásios estão mais cheios e principalmente pelo alto nível do futsal apresentado, em suas 3 divisões. O futsal é um esporte emocionante, um dos mais praticados no Brasil. Espero que evolua cada vez mais e conquiste novos adeptos e torcedores apaixonados pela modalidade.

Cada vez mais habituado com a cidade, Zé agora também faz parte de um projeto no clube Ipiranga, onde ao lado do treinador Jeferson Bogoni e de seu irmão Everton, visam novos talentos.

- Estou muito estusiasmado pela oportunidade de poder transmitir meu amor ao futsal e juntamente com o Jeferson e o Everton, ajudar a desenvolver e aprimorar os novos talentos da região. O Ipiranga tem uma bela história no futsal profissional e já faz um excelente trabalho na base e espero poder contribuir, buscando fomentar o futsal na cidade e ajudando na formação e crescimento do clube.

O camisa 5 do Guarani, destaca alguns nomes do futsal, citou dois atentas e alguns treinadores, como sendo de grande influência durante sua carreira.

- Em relação às minhas referências de jogadores, cito Ari e Junai, por admira-los demais, tanto dentro quanto fora da quadra! Me influenciaram e me ajudaram muito no meu início como profissional. Citarei 3 treinadores, mas poderia citar muitos mais. Meu primeiro treinador no Gaúcho de Porto Alegre, Newton Torres, por despertar meu amor pelo futsal. PC pelo gênio que é e Nelsinho Bavier, atual presidente da Liga Gaúcha, que admiro muito por diversos motivos, entre eles sua liderança, sua comunicação e pela capacidade de tirar o melhor dos jogadores.

O Guarani estreia na Liga 2 no dia 20 de abril, em Salto do Jacuí. Cotado com um dos favoritos ao acesso, o currículo do capitão atesta tal previsão que corre o estado. Confira: 

G.N.Gaúcho(RS) - 1996/2001
S.C.Internacional(RS) - 2002, campeão Taça Brasil sub 20 e primeiro jogo como profissional
Ulbra(RS) - 2003/2004, bicampeão Taça Brasil sub 20 e campeão Liga nacional 2003
AFX/Xanxerê(SC) - 2005
Joinville(SC) - 2006/2007
Teresópolis(RJ) - 2007/2008, campeão carioca 2007
São Paulo(SP) - 2009
Três Coroas(RS) - 2009
Assaf(RS) - 2010/2012/2015/2016
Assoeva(RS) - 2011
Umuarama(PR) - 2012
Tubarão(SC) - 2013
Marreco(PR) - 2014
Guarany(RS) - 2017
Guarani(RS) - 2018/2019, campeão série bronze 2018.

Seguimos apresentando grandes nomes do nosso futsal atual, voltamos na semana que vem com mais um craque da bola pesada.

Deive Gessinger

2013 - Toda Cancha
2015 - Toda Cancha e Rádio Palmeira
2016 - Esportche e Sucesso FM
2018 - Folha do Noroeste  e A Madrugada
2019 - Sucesso FM, A Madrugada e Esportche.

Mais Artigos

    Aguarde, buscando...